..:: Categoria ::..

- Aruanã
- Badejo
- Bagre
- Baiacu
- Barbado
- Cação
- Cachara
- Cachorra
- Cará
- Carpa Cabeçuda
- Carpa Capim
- Cascudo
- Conservação
- Corvina
- Curimbatá
- Dourado
- Dourado do Mar
- Escama Dura
- Garoupa
- Iscas
- Jaú
- Lambari
- Linguado
- Mandi
- Massas
- Matrinxã
- Pacú
- Pampo
- Peixe Espada
- Pescada Branca
- Pescaria
- Piaba
- Piapara
- Piau
- Piavuçu
- Pintado
- Piracanjuba
- Piranha
- Pirarara
- Robalo
- Tambaqui
- Tilápia
- Traíra
- Truta
- Tucunaré
- Varas
- Dicas Novas



Cará

 Dica:
Cozinhar o sagú por cerca de 8 minutos. Deixa descansar por umas 5 horas volta no fogo e quando abrir fervura deixar de 30 segundos a 1 minuto. Escorrer e colocar na farinha de mandioca, pode ser torrada ou não, torrada é melhor, deixar esfriar e está pronto. Ele dobra de tamanho. Boa pescaria.

 Nome: Adi Heler
 E-mail adi-heler@hotmail.com
 Cidade/UF: Campo Largo / PR

 Dica:
Uso o sagu para pesca do acará
Cozinha-se o sagu em água fervente por cerca de 25 minutos. O ponto de cozimento é quando a bolinha branca estiver quase transparente (só com uma pontinha branca). Após estar cozido, desligar o fogo e deixar por cerca de 5 minutos, passar água fria para tirar o excesso da goma. No recipiente do sagu, jogar sobre as bolinhas farinha de mandioca torrada da marca Pinduca, para soltar as bolinhas. Está pronta a isca! Os acarás que se cuidem!


 Nome: Hestevard Martin
 E-mail advlex@uol.com.br
 Cidade/UF: Curitiba / PR

 Dica:
Peixe muito comum em lagos e pesque-pagues.
Pode ser pescado com isca natural ou massa com predominância do cheiro de ovo ou milho. Como isca natural, usam-se: larvas de mosca, minhoca, minhocuçu, carne ou insetos. O peixe costuma perseguir a isca, o que pede que o pescador, ao recolher a linha, faça-o lentamente. A chumbada, que deve ter o peso adequado à resistência da linha, de forma a proporcionar o melhor arremesso, pode ser a em forma de oliva e deve ser colocada entre a 30 a 40 cm acima da ponta da linha, onde é montado o anzol, que deve ser pequeno.
Tralhas como castores, giradores, rendedores de anzol e bóias devem ser evitados pois espantam o peixe ou no caso da bóia podem impedir que a isca fique próxima do fundo que é onde o peixe ataca a mesma.
Boa pescaria.


 Nome: João Luís de Medeiros
 E-mail jldmedeiros_professor@yahoo.com.br
 Cidade/UF: Brasília / DF

 Dica:
Pescar numa profundidade média na margem da represa, vara lisa de aproximadamente 2 m, linha 0,20 mm, bóia pequena (tipo peão), anzól cristal de pequeno a médio.
A pesca tem grande êxito com água totalmente parada e sem vento, com a isca encostada no fundo.

Dica: Quando o peixe pega a isca, a bóia movimenta-se bem pouco. Essa é a hora de dar a fisgada, com isso você só pega os grandes, inclusive Tilápias e Lambaris de bom tamanho.


 Nome: Israel Gomes Costa
 E-mail israelgomesc@bol.com.br
 Cidade/UF: São Paulo / SP

Envie sua Dica
4 dicas publicadas
Página 1 de 1
Primeira << [ 1]  >> Ultima

Página Principal